você está em: home / / Laringe

Laringe

O câncer de laringe é um dos mais comuns a atingir a região da cabeça e pescoço, representando cerca de 25% dos tumores malignos que acometem esta área e 2% de todas as doenças malignas.

Fatores de Risco O tabagismo é responsável por 90% dos casos de câncer de laringe. Quando a ingestão excessiva de álcool é adicionada ao fumo, o risco aumenta. Pacientes com câncer de laringe que continuam a fumar e beber diminuem a possibilidade de cura e aumentam do risco de aparecimento de um segundo tumor primário na área da cabeça e pescoço. A maior parte dos cânceres de garganta desenvolve-se em adultos acima de 50 anos. Homens estão 10 vezes mais sujeitos a esse tipo de câncer do que as mulheres.

Sintomas A dor de garganta geralmente é acompanhada de outros sinais e sintomas como a alteração na qualidade da voz, dificuldade de engolir e sensação de um "caroço" na garganta. Nas lesões avançadas das cordas vocais, além da rouquidão, pode ocorrer dor na garganta, disfagia, dificuldade para engolir e dificuldade para respirar ou falta de ar.

Tratamento Quanto mais precoce for o diagnóstico, maior é a possibilidade de o tratamento evitar deformidades físicas. O impacto da preservação da voz na qualidade de vida do paciente é importante, já que a retirada total da laringe implica perda da voz e traqueostomia definitiva. Entretanto, nestes pacientes, é possível a reabilitação da voz através da utilização de próteses. De acordo o estágio do câncer, ele pode ser tratado com cirurgia e/ou radioterapia e com quimioterapia associada à radioterapia. Em alguns casos, com o intuito de preservar a voz, a radioterapia pode ser selecionada primeiro, deixando a cirurgia para o resgate quando a radioterapia não for suficiente para controlar o tumor. Para preservação dos órgãos, utiliza-se a associação da quimioterapia com radioterapia.


FALE CONOSCO, CHAT ONLINE!