você está em: home / Doação de sangue / Banco de sangue

Doação de sangue

Banco de sangue

Horário de funcionamento: 

Doação de Sangue: de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h.

Doações Autólogas: de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h.

Coleta de nova amostra, coleta de amostra de sangue para cirurgia: de segunda a sexta-feira, das 08h às 17h.

Estacionamento gratuito.  

Contato: 3361-5038 

Para doar sangue neste serviço é necessário: 

Estar em boas condições de saúde; 
Apresentar documento de identidade original com foto; 
Ter entre 16 (com autorização e acompanhamento do responsável) e 69 anos; 
Ter peso mínimo de 50 kg;  
Não estar com alergia ou febre; 
Não estar grávida ou amamentando; 
Não ter ingerido bebida alcoólica nas últimas 12h; 
Não ter ingerido alimentos gordurosos no dia da doação; 

Não poderá doar: 
Pessoas que tiverem alguma contra-indicação que conste na atual legislação vigente.

Em caso de doação de menores: 
Para ocorrer a doação de menores com idade entre 16 e 17 anos, este deve estar acompanhado dos dois responsáveis. Se não for possível a presença de ambos responsáveis, o ausente deve autorizar com documento registrado em cartório a doação do menor e o responsável que for acompanhar a doação deve estar com a autorização. 

 Como é a doação? 
Ao chegar, a pessoa fará um cadastro em nosso banco de dados; 
Em seguida será submetida ao teste de Micro-hematócrito (para verificar se doador está com anemia), verificação dos sinais vitais (pressão arterial, batimento cardíaco e temperatura) e avaliação clínica (entrevista); 
Não havendo problemas, a pessoa estará habilitada à doação; 
Depois disso, é oferecido um lanche que deve ser tomado no local e, em seguida, o doador é liberado. 

Interessante você saber que:
 
A doação não traz risco à saúde; 
Todo material utilizado é descartável; 
Mulher em período menstrual pode doar, desde que não esteja sentindo cólicas, dor de cabeça ou com fluxo intenso; 
Quem doa sangue uma vez não é obrigado a doar sempre; 
Antes de ser utilizado, o seu sangue passará pelos seguintes exames: Hepatite B, Hepatite C, Sífilis, Chagas, HTLV, HIV. Intervalo mínimo entre as doações: homens - 60 dias e no máximo 4 vezes ao ano, mulheres - 90 dias e no máximo 3 vezes ao ano.  Voltar ao topo

Doar sangue é seguro? Sim, todo o material utilizado na doação é descartável, de uso único e não oferece qualquer risco ao doador.  Voltar ao topo

Pode ocorrer alguma reação adversa? Durante a doação e até 24 horas após, podem ocorrer algumas reações adversas, como: hematoma no local da punção,  formigamento de mãos e pés, suor, vômito, turvação visual, sensação de desmaio, podendo chegar ao desmaio e raramente convulsão. Algumas dessas situações estão relacionadas a uma má alimentação, stress, ansiedade, uma noite mal dormida. 

Depois de doar sangue:
 
Tome bastante líquido; 
Não fume por 2 horas a pós a doação; 
Evite bebidas alcoólicas no dia da doação; 
Evite esforços físicos no dia da doação; 
Só deixe o banco de sangue se estiver se sentindo bem. 

O que acontece com o sangue doado? Após a doação, o sangue é encaminhado para fracionamento, onde é dividido em até quatro hemocomponentes, beneficiando até quatro pacientes. As amostras serão encaminhadas para a realização de exames exigidos por lei (tipagem ABO e RH), pesquisa de anticorpos irregulares e hemoglobina S e pesquisa de doenças infecciosas (HIV, hepatites B e C, chagas, vírus HTLV I/II e sífilis). 


Quando vou receber os resultados?  Os resultados dos exames bem como a Carteira de Doador (a) são liberados após 07 (sete) dias da data da doação e deverão ser retirados pessoalmente pelo próprio doador ou terceiro portando uma carteira de identificação oficial com foto do doador. 

Como faço uma doação de plaquetas? Para doação específica de plaquetas por aférese, o doador deve fazer um agendamento com o enfermeiro e passar por uma avaliação prévia para efetuar a doação. Se eventualmente não for possível realizar a doação de plaqueta por aférese, a doação de coleta de sangue total também contempla a doação de plaquetas. A principal diferença é que uma doação de plaquetas por aférese equivale a 12 doações de plaquetas obtidas pela coleta de sangue total.

Coordenador Técnico do Hospital: Dr. William Massami Itikawa

Responsável Técnico do Banco de Sangue: João Samuel de Holanda Farias

Fontes: Guia para Hemovigilância no Brasil - ANVISA, 2015 e PORTARIA Nº 158 DO MINISTÉRIO DA SAÚDE, DE 04 DE FEVEREIRO DE 2016